Se estás a ler isto é porque estás preocupado com a presença online do teu negócio. Toda a gente continua a dizer-te que precisas de um website para aumentares as vendas da tua empresa e para captar mais clientes. Mas precisas mesmo de um website?

Resposta simples:
Precisas!

Resposta completa:
Primeiro deves analisar o teu negócio. Como se encontra neste momento? Até onde gostavas de levar o teu negócio? Estabelecer objetivos é essencial. A título de exemplo considera o seguinte: se tens uma pequena mercearia que serve a área local, talvez não precisas de um website, mas sim de ferramentas como o Google My Business (se não sabes como criar vê aqui) e redes sociais. Por outro lado, se tens um negócio de artesanato talvez uma loja online seria ótima solução para dar notoriedade à tua marca e teres lucro.

Existem muitas maneiras de estabelecer a tua presença online, desde da mais simples e sem custos, que te permite dizer “estou aqui”, até aquela que promove o teu negócio em larga escala. Ou ainda, soluções mais elaboradas, como uma loja online que permite vender os teus produtos e automatizar a gestão do teu negócio.

Entre as diferentes de presença online, cada possui as suas vantagens. No entanto, combiná-las é sem dúvida a estratégia mais poderosa e acertada.

1. Google my Business

Se tens uma loja ou estabelecimento, precisas de usar o google my business!
Esta ferramenta é grátis e tem um enorme potencial para o teu negócio, principalmente se estás agora a começar e o teu orçamento é limitado.
Esta plataforma permite registar a tua empresa/negócio para que potenciais clientes possam encontrar-te quando pesquisam no Google. Claro que, ter acesso a informação relevante como: nome e apresentação do negócio, localização da tua empresa, serviços, horários e especificações técnicas são informações obrigatórias para que os clientes possam compreender o teu negócio. Os contactos importantes como e-mail, telemóvel, telefone, website também deverão constar no perfil da tua empresa, para que os clientes tenham diversas maneiras de estabelecer contacto com o teu negócio.
Também funciona como uma rede social para o teu negócio, onde podes publicar notícias, atualizações sobre o teu negócio, entre outras atividades. Ter um perfil no google my business sempre atualizado faz o Google considerar o teu negócio nos primeiros lugares da lista de pesquisas, destacando-o da concorrência.
Temos um artigo completo te ensina como criar um perfil no Google my Business passo a passo, disponível aqui (Artigo).

2. Redes sociais

As redes sociais são a maneira mais fácil e rápida de aumentar a notoriedade, todos as usam e estão familiarizados com o seu funcionamento. Existem milhões de utilizadores nestas plataformas e criar uma conta é gratuito. Para além disso, se não tens um estabelecimento esta é uma ótima opção para dares a conhecer o teu negócio, de forma gratuita. As redes sociais dão-te tudo o que precisas. Podes mostrar a tua marca, apresentar o teu negócio, promovê-lo, falar com clientes e vender produtos online em ferramentas como o facebook marketplace.
É uma alternativa a um website, mas não uma solução segura, pois um website é sempre teu, as contas nas redes sociais dependem sempre do bem estar das grandes empresas que as possuem.

3. Landing page

Uma landing page é uma única página web com o objectivo de converter os clientes para o teu negócio. É uma página focada em “vender”, bem estruturada e com imagens cativantes que descrevem os teus serviços e produtos de forma sucinta.
A landing page é uma alternativa mais barata e efetiva a um website “mais completo”. Mais objetiva que um website normal e muito eficaz na comunicação de produtos/serviços. Esta pode ser desenvolvida para angariar e-mails de potenciais clientes oferecendo-lhes algo em troca, como um e-book repleto de conteúdo especial, ou então apresentar um produto de forma detalhada com todas as características e potencial de forma a tornar a sua compra mais fácil.

4. Website Institucional

Este é o tipo de website mais comum na internet, se o teu objectivo é divulgar tudo sobre a tua empresa, como por exemplo: o que fazes, quais são os teus produtos e quem tu és, isto é o que precisas.
Um site demonstra credibilidade, melhora o apoio ao cliente, torna o teu negócio acessível o tempo todo.
Permite-te mostrar trabalhos realizados e constrói um relacionamento com os consumidores.

5. Ecommerce

Considerado por algumas pessoas como o cálice sagrado do comércio, uma loja online pode ser tudo o que precisas.
Se tens um estabelecimento ou trabalhas a partir de casa, se tens 1 ou 100 produtos, não importa. As vantagens são sempre as mesmas:

  1. Sem barreiras geográficas;
  2. Ganhas clientes que não estão na tua área;
  3. Reduz custos com funcionários;
  4. Permite localizar o produto mais rapidamente (por nome, preço, cor, etc);
  5. Elimina custos de deslocação, armazenamento, entre outros;
  6. Permite comprar por comparação de preços (podes registar o teu ecommerce em sites como o KuantoKusta);
  7. Permite ter descontos, cupões, consoante a quantidade pretendida;
  8. Permite ter acesso a informações sobre produtos;
  9. Permite comunicar para vários públicos-alvo;
  10. Aberto 24 horas por dia;
  11. Cria um mercado para nichos, onde vendedores e compradores de produtos de nicho podem localizar e comprar de forma fácil.

Preciso mesmo de um website?

Se queres queres fazer o teu negócio crescer, sim precisas. Assim como os telefones revolucionaram o mundo dos negócios no final do século XIX e ter o número da tua empresa nas páginas amarelas era quase obrigatório, o mesmo acontece com a Internet desde o início do século XXI. Alguns factos:

  1. 30% dos consumidores não consideram fiável uma empresa sem website;
  2. As pessoas procuram por ti online (não interessa o quanto pequeno o teu negócio é);
  3. A maioria dos consumidores usam website para comunicar e interagir com as empresas;
  4. Todas as indústrias estão na internet, os teus compradores B2B avaliam o teu website para tomar a decisão final antes de negociar contigo;
  5. 75% dos consumidores julgam a credibilidade da empresa pelo design do seu website;
  6. Ajuda o teu negócio a destacar-se da concorrência.

Estas são algumas razões para teres um website. Se estás a pensar que precisas de um, o café fica por nossa conta.

quer continuar a ler?
faça o download do artigo completo.

Filipe Nascimento

2019-06-28

Critec Logo
creative
agency
critec
Olá,
Em que posso ajudar?